Pesquisar

Minha “Canção do Exílio”

Amor

Minha terra tem palmeiras

Que nem são de lá.

Até os periquitos que cantavam

Foram expulsos para não incomodar.

Essa gente que queria ser norte-americana

Não conseguia dormir,

Mas a natureza já existia ali.

A arrogância aflora;

As ideias provincianas permanecem.

Sobrevivo sufocado

Na terra da hipocrisia!

Racismo, homofobia e machismo

Não existem,

São coisas inventadas; a vítima que cria.

Ai quem me dera encontrar

Esse lugar divino que pintam,

Ou fazer entender que puro mesmo

Nenhum de nós é.

Alice, onde estão as maravilhas do seu País?

Suggested Posts

Foto: Reprodução
Meus 20 e poucos anos
Sino dos Ventos
Reflexos de mim e novas resoluções
Rosas Vermelhas
Breve epístola para mi madre

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *