Mister International 2018 é do Vietnã

Trinh Van Bao
Trinh Van Bao, Mister International 2018. [Foto: Divulgação / Mister International Organization
Modelo de 24 anos venceu a 13ª edição superando candidatos de 38 países

Trinh Bao do Vietnam foi aclamado Mister Internacional 2018, na manhã deste domingo (24),  em evento que aconteceu no complexo Mall of  Asia, em Pasay, Filipinas. Na verdade, a final do concurso masculino aconteceu na noite de domingo, em virtude do fuso horário, manhã por aqui.

Esta foi a 13ª edição do concurso, fundado por Alan Sim em 2006, e considerado um dos melhores concursos de beleza masculina junto com o Mister Mundo. Entretanto, este ano, a edição de 2018 foi realizada já em fevereiro.

Segundo noticiou a imprensa filipina, a Mister International Organization teve problemas para a realização do certame em outro país, e escolheu muda-lo para as Filipinas, o que ocasionou no atraso.

Mister International

O vencedor do título foi, Trinh Bao, modelo e treinador físico de 24 anos, representante do Vietnã. Em seu perfil no site do concurso, ele se descreve como engraçado, amigável, confiante e corajoso, apaixonado por futebol e natação.

O Brasil

Danílson Furtado
Danílson Furtado, Mister Brasil International 2018. [Foto: Reprodução / Instagram]

O Brasil, desta vez, foi representado pelo paraense Danílson Furtado, mas infelizmente não obteve classificação, apesar do belíssimo trabalho realizado pelo candidato e pela organização.

Apesar disso, o Brasil já venceu o concurso por duas vezes:

2007 – Alan Bianco Martini (Rio Grande do Sul)

2011 – César Curti (Distrito Federal)

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Classificação Geral

Mister International 2018
O top 3. Da esquerda para a direita: Venezuela, Vietnã e Hong Kong [Reprodução / Instagram]

Mister International 2018 – Vietnã (Trinh Van Bao)

1st Runner UP – Venezuela (Francesco Piscitelli)
2nd Runner UP – Hong Kong (Waiking Kwan)

 

Top 5:

República Checa  (Jiří Kmoníček)

Filipinas (Mark Baloaloa)

Top 10:

República Dominicana ( Arturo Paredes)

Noruega (Mathias Duma)

Panamá ( Juan Ángel Barragán)

Porto Rico (Julián Rivera)

Tailândia ( Nick Nolte)

Top 15:

Austrália (Harrison Luna)

Japão (Tsuyoshi Takimura)

Coreia (Hwang Dae-Woong)

Peru (Duilio Vallebuona)

Espanha (Jesús Collado)

Prêmios Especiais:

Melhor traje nacional – Nicarágua (Naykel Alexander Niño)

Escolha do público – Peru (Duikio Vallebuona)

Mais de Jorge

Estreia: 5 coisas que ainda não superei

Quem não tem algum tipo de apego que atire a primeira pedra.
Leia mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *